Com ou sem LOP?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Com ou sem LOP?

Mensagem por Francisco Fernandes em Sex Mar 06, 2015 12:36 pm




Está a pensar comprar um cão de raça? Então de certo que já se cruzou com o termo LOP (Livro de Origens Português). A maioria dos criadores vendem “cães com LOP”, outros dizem que os seus cachorros podem ter, mas para isso “paga-se mais!”, há ainda outros que dizem que isso é mera burocracia ou que não interessa a ninguém... Mas afinal o que é o LOP e qual a sua importância?

LOP
Quando se diz que um cão tem LOP significa que o Clube Português de Canicultura (CPC) emitiu um documento oficial a atestar que o animal pertence a uma raça reconhecida por este. Através deste documento poderá identificar os ascendentes do cão até à terceira geração bem como o nome do proprietário e o seu número de microchip.



LOP não é garantia de qualidade
Muitas pessoas julgam que ao adquirir um cachorro “com LOP” a qualidade está garantida, afinal de contas o LOP é um documento emitido pelo CPC! De facto, o LOP deve ser visto como um requisito básico de qualquer pessoa que procura um cão de raça, mas não deve, de modo algum, ser visto como uma garantia de qualidade.

Quando um cão tem LOP, ele e a sua ascendência até à 3º geração (bisavós) foram reconhecidos pelo CPC como sendo de uma determinada raça. No entanto, este reconhecimento é mera burocracia visto que, para obter o LOP, não é feito qualquer exame ao cão a fim de testar a sua tipicidade (morfologia e carácter). Se esta situação for escalada por várias gerações, os descendentes poderão afastar-se cada vez mais do estalão da raça.

Se por um lado, qualquer criador responsável possui cães com LOP, também criadeiros podem ter cães com LOP e consequentemente registar os cachorros no CPC. Resumindo, qualquer cachorro pode ter LOP se ambos os pais tiverem e o criador registar a ninhada, mas enquanto que uns cachorros têm um LOP que assenta numa selecção cuidada, outros podem ter um LOP construído sem qualquer interesse ou conhecimento acerca das características da raça.

Um cão pode ser de raça mas não ter LOP
Cães de raça sem papéis podem ser reconhecidos como cães de raça quando submetidos a um julgamento por um juiz especialista da raça e aprovados. Nesse caso, são inscritos no CPC com um Registo inicial (RI).

Isto acontece por vezes em cães cujas raças estão a ser recuperadas, sendo menos comum em raças populares.

Os descendentes de cães com RI só podem ter LOP depois de 3 gerações, ou seja, para um cachorro ter LOP é preciso que a ascendência até à terceira geração esteja registada no CPC.

LOP provisório e definitivo
Quando o criador diz que os seus cachorros têm LOP, isto pode não significar que o processo de registo no CPC esteja já concluído. Na maioria dos casos, o criador apenas fez o registo individual de cada cachorro para que fiquem aptos ao LOP.

No registo individual provisório (há quem chame LOP provisório) consta o nome do criador como proprietário. Cabe ao dono colocar o microchip no cachorro e completar o registo do animal junto do CPC - isto tem um custo de 16,5 €.

O preço do LOP
Há criadores que pedem mais pelos “cachorros com LOP” – desde 50 a 300 €! Sabe quanto custa ao criador fazer o registo individual provisório de cada cachorro no CPC? Para raças portuguesas este registo é GRÁTIS e para raças estrangeiras é 17,5 € por cachorro.

Visto que os custos do registo de um cachorro no Livro de Origens Português são relativamente baixos, não é plausível que alguns criadores ainda justifiquem os elevados preços dos cachorros por estes terem LOP!

Porque há-de querer ter um cão com LOP?
Se comprar um cachorro com LOP, por si só, já não dá quaisquer garantias, então comprar um sem LOP e dizer que é puro pode ser ridículo! Se gosta de uma determinada raça pelo seu porte ou carácter, exija não só LOP mas também exames de saúde, conhecer os pais e o ambiente onde vivem. Ao comprar um cão sem papéis, está a pagar por um rafeiro e não estranhe se o cão não se identificar com a raça.

O registo de cachorros de raça no Clube Português de Canicultura não é só uma burocracia, é acima de tudo uma responsabilidade dos criadores! No fundo não dá garantias, mas por enquanto este é o único meio legítimo de dar o máximo de informação aos futuros donos para que estes façam a compra de forma mais consciente possível.

Fonte: http://www.cpc.pt/
avatar
Francisco Fernandes

Mensagens : 38
Data de inscrição : 06/02/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum