16 alimentos que podem matar o seu gato

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

16 alimentos que podem matar o seu gato

Mensagem por Guerreiro da Tradição em Qua Fev 11, 2015 7:01 pm



Nem todos os alimentos que os seres humanos ingerem são apropriados para os gatos. Aliás, produtos que comemos no dia-a-dia podem causar vários problemas de saúde a estes animais. E podem mesmo levar à morte quando comidos em quantidades exageradas.

O site WebMD fez uma lista dos alimentos que podem causar problemas (alguns graves) de saúde ao seu gato:

1. Atum



É um dos pratos favoritos destes animais de quatro patas e comer atum de vez em quando – seja para seres humanos ou especialmente preparado para os gatos -, não faz mal a ninguém. Mas se o seu animal comer regularmente atum preparado para os homens, vai ter uma alimentação deficiente, uma vez que este alimento não tem os nutrientes que o animal precisa. E o atum pode causar envenenamento por mercúrio.

2. Cafeína

Dar cafeína em grandes quantidades ao seu gato pode ser fatal. E pior, não há qualquer antídoto que o possa salvar. Respiração acelerada, palpitações, não estar quieto, tremores musculares, são alguns dos sintomas deste estimulante. Recorde-se que a cafeína não está presente apenas no café e no chá, mas também no cacau, no chocolate, na coca-cola e em bebidas energéticas como Red Bull.  

3. Uvas e Passas



Há donos que usam as uvas como alimento para ‘presentear’ os gatos e, se for o seu caso, o melhor é parar. Não se sabe porquê mas as uvas e as passas provocam falhas nos rins. Até pequenas doses destes alimentos deixam os gatos doentes. Esteja atento a sinais como vómito e hiperactividade. Mesmo que o seu gato não se dê mal com uvas ou passas, ponha-as longe do seu alcance.

4. Chocolate

Tal como acontece nos cães, o chocolate pode ser fatal para os gatos porque contém teobromina, um agente tóxico para estes animais. Apesar de todos os chocolates serem perigosos, os piores são o chocolate preto e o chocolate para cozinhar. Ao ingerir este alimento, o gato pode ficar com o ritmo cardíaco alterado, tremores, convulsões e até morrer.

5. Álcool

A maioria das pessoas não daria bebidas alcoólicas a animais, mas nunca é demais reforçar. Não dê ao seu gato bebidas como cerveja, licor, vinho, whisky, etc. Estes produtos têm um efeito similar ao dos seres humanos no cérebro e fígado destes animais, mas agravado, porque destroem muito mais rapidamente os seus órgãos. Duas colheres de whisky podem deixar em coma um gato com pouco mais de dois quilos. Mais uma colher e o animal morre.

6. Cebola, Alho e Cebolinho



Sejam cruas, cozinhadas ou até em pó, as cebolas podem causar um quebra nos glóbulos vermelhos dos gatos, podendo levar a uma anemia. Tal como o atum, se comer uma vez não tem problema, mas não lhe dê uma grande quantidade ou regularmente. O alho e o cebolinho, por sua vez, podem causar problemas gastrointestinais.

7. Leite e outros produtos lácteos

Conhece o clássico de dar uma taça de leite a um gato pequeno? Esqueça. A maioria destes animais tem intolerância à lactose. O seu sistema digestivo não processa produtos lácteos como iogurtes e queijos, podendo causar diarreia.

8. Doces e Pastilhas

O ‘mau da fita’ neste caso é o xilitol, um componente que pode ser encontrado em doces, pastilhas elásticas, pasta de dentes, entre outros. Pode causar um aumento da insulina que circula no corpo dos gatos e levar a falência hepática. Esteja atento a sintomas como vómito, letargia e perda da coordenação.

9. Gordura e Ossos

É daquelas pessoas que deixa o seu gato lamber o prato no final da refeição? Talvez não seja boa ideia. Muitas vezes, os restos que deixamos no prato são gordura ou ossos e a gordura, cozinhada ou crua, pode causar problemas intestinais nos gatos, como vómitos e diarreia. Os gatos podem ainda sufocar com os ossos e, pior ainda, estes podem partir-se em pequenos pedaços e causar uma obstrução ou laceração no sistema digestivo.

10. Ovo cru

Sejam cruas, cozinhadas ou até em pó, as cebolas podem causar um quebra nos glóbulos vermelhos dos gatos, podendo levar a uma anemia. Tal como o atum, se comer uma vez não tem problema, mas não lhe dê uma grande quantidade ou regularmente. O alho e o cebolinho, por sua vez, podem causar problemas gastrointestinais.

7. Leite e outros produtos lácteos

Conhece o clássico de dar uma taça de leite a um gato pequeno? Esqueça. A maioria destes animais tem intolerância à lactose. O seu sistema digestivo não processa produtos lácteos como iogurtes e queijos, podendo causar diarreia.

8. Doces e Pastilhas

O ‘mau da fita’ neste caso é o xilitol, um componente que pode ser encontrado em doces, pastilhas elásticas, pasta de dentes, entre outros. Pode causar um aumento da insulina que circula no corpo dos gatos e levar a falência hepática. Esteja atento a sintomas como vómito, letargia e perda da coordenação.

9. Gordura e Ossos

É daquelas pessoas que deixa o seu gato lamber o prato no final da refeição? Talvez não seja boa ideia. Muitas vezes, os restos que deixamos no prato são gordura ou ossos e a gordura, cozinhada ou crua, pode causar problemas intestinais nos gatos, como vómitos e diarreia. Os gatos podem ainda sufocar com os ossos e, pior ainda, estes podem partir-se em pequenos pedaços e causar uma obstrução ou laceração no sistema digestivo.

10. Ovo cru



Os ovos crus podem provocar vários problemas. Os felinos podem ficar com uma intoxicação devido a bactérias como a salmonela e E. coli e uma proteína, de nome avidin, interfere com a absorção de vitamina B, causando problemas na pele e no pêlo do gato.

11. Carne e peixe cru

Tal como no caso dos ovos, ingerir carne e peixe crus pode causar uma intoxicação alimentar devido a bactéria. Para além disto, há uma enzima no peixe que destrói a tiamina, uma vitamina B essencial para os gatos. A falta de tiamina pode causar problemas neurológicos, convulsões e pode deixar o animal em coma.

12. Fígado

Uma ingestão de quantidades exageradas de fígado pode levar a doses tóxicas de vitamina A no sangue, um problema que pode afectar os ossos do gato. Pode causar deformação, osteoporose, crescimento de ossos nos cotovelos e na espinha. E até morte.

13. Demasiadas guloseimas

Aquilo que acontece aos seres humanos quando comem muitas guloseimas acontece com os gatos, ou seja, provoca obesidade e diabetes.

14. Massa do pão crua



Antes de ir ao forno, a massa do pão tem de levedar. Logo, se o seu gato ingerir esta massa, acontece o mesmo mas no seu estômago. Isto acaba por esticar o abdómen, causando dor. Outro dos problemas é o fermento utilizado para fazer a massa crescer, que produz álcool e pode levar a um envenenamento por álcool.

15. Comida de cão

Este é mais um daqueles casos em que um bocadinho não faz mal. Apesar de terem ingredientes semelhantes, a verdade é que a alimentação de um cão não é tão direccionada para as necessidades dos gatos como aquela que é feita especialmente para eles. As rações dos gatos contêm vitaminas, proteínas específicas e necessárias este animais e podem ficar mal nutridos se se alimentarem de ração para cães.

16. Medicamentos

Sim, bem sabemos que os medicamentos não são alimentos mas é uma questão demasiado importante para não ser mencionada. Ingerir medicamentos é uma das maiores causas de envenenamento dos gatos. Trate-os como se fossem crianças, ou seja, ponha-os longe do seu alcance. E nunca medique o seu gato sem consultar um veterinário. Por exemplo, ibuprofeno, que é inofensivo para os homens, é mortal para os gatos.

No caso dos cães, também há vários alimentos que lhes fazem mal. Leia aqui que comidas põem em risco a vida desses animais.


http://www.sol.pt/noticia/123209
avatar
Guerreiro da Tradição

Mensagens : 22
Data de inscrição : 30/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum