Provérbios sobre Animais

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Provérbios sobre Animais

Mensagem por Lusitana Cultura em Sex Fev 06, 2015 11:24 am



» A abelha conhece quem a trata vem; e, farta, não ferra ninguém.

» Uma andorinha não faz a Primavera.

» Boi velho: rego direito.

» Borboleta branca: Primavera franca.

» Burro velho: albarda nova.

» Quem assobia não guarda cabras.

» Cão que ladra não morde.

» Um carneiro não turra só.

» Cavalo que voa não quer espora.

» No dia de S. Brás, cegonhas verás.

» Cobra que quer morrer, à estrada vem ter.

» Diz a cotovia: pôs-se o Sol, findou-se o dia. Diz o pardal: por mais um pouco, não fiques mal.

» Segue a formiga se queres viver sem fadiga.

» Gaivotas em terra: tempestade no mar.

» Galo que a desoras canta: faca na garanta.

» A galinha que canta é a dona dos ovos.

» Gato com luvas não caça ratos.

» Quando ao gavião cai pena, não há mal que lhe não venha.

» Onde nasce a lagarta, aí se farta.

» Entrada de leão, saída de cão.

» A lebre, em Janeiro, está na cama ou no lameiro.

» Leitão de mês, cabrito de três.

» Lobo não come lobo.

» Macaco velho não põe pé em ramo seco.

» Quando cantam os melros, calam-se os pardais.

» Cada mocho, em seu souto.

» Ovelha ruiva, como faz, cuida.

» Papagaio velho não aprende a falar.

» O primeiro milho é dos pardais.

» Pássaro que na ribeira se cria sempre por ela pia.

» Casa feita, pega morta.

» Perdiz derreada perdigotos guarda.

» Porcos e gado de bico não fazem o dono rico.

» Quem dorme quente pulgas não sente.

» A raposa tem sete manhas.

» Rato que só tem um buraco depressa é apanhado.

» À rola e ao pardal não engana o temporal.

» Quando o sapo salta, a chuva não falta.



Lusitana Cultura

Mensagens : 84
Data de inscrição : 05/02/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum